A Cruz da JMJ na diocese de Santo Amaro

A Cruz e o Ícone de Nossa Senhora da Jornada Mundial da Juventude vai chegar na diocese de Santo Amaro no dia 28 de setembro de 2011.
Venha rezar conosco pela santidade dos nossos jovens!
Teremos shows, oração, adoração ao Santíssimo Sacramento e muito mais. Encerrando com a Santa Missa às 20h30min.

Deus abençoe!

Um abraço,

Nando Mendes

Compondo a canção “Cenáculo de Amor”

Rezamos e somos tocados por Deus através da música católica, mas nem sempre conhecemos as fragilidades e adversidades que um músico católico enfrenta antes de compor ou executar cada canção, sua rotina, seus sentimentos e suas lutas.
Em 1997 tive minha primeira experiência pessoal com o Senhor. Foi a partir deste maravilhoso encontro que recebi o chamado e a graça de ser músico católico. Mal sabia eu o tamanho da responsabilidade que teria pela frente e que através deste ministério viriam todos os dias grandes desafios na evangelização e claro, grandes oportunidades de crescer na fé.
O Senhor me permitiu ainda viver inúmeras vezes momentos bons e não tão bons assim ao lado de outros ministros já consagrados e de grande referencia na música católica. Quero partilhar com vocês um desses momentos.
Em 2001 na cidade de Taguatinga/DF eu estava fazendo parte da “Comunidade Vida Reluz” no qual o responsável era meu irmão e amigo Walmir Alencar, um dos maiores cantores e compositores da nossa igreja, na minha opinião. Nesta época, eu tinha ainda muitas dúvidas e questionamentos a respeito da vontade de Deus para mim. Mas em nenhum momento o Senhor me deixou sem resposta, sinto que me colocou muitas vezes diante de desafios e no meu limite.
Ao fim de um desses dias de trabalho na comunidade, o Walmir simplesmente (como se fosse algo fácil pra mim) me chamou pra compor com ele a música “Cenáculo de Amor”, até aí só existia a melodia e o seguinte trecho: Reunidos aqui num cenáculo de amor… Fiquei muito surpreso com o convite e totalmente sem reação, aliás, eu nunca tinha pensado em tamanho desafio naquela época. Este convite, que aparentemente parecia simples, mexeu muito comigo e acima de tudo me ensinou muito. Só me passava pela cabeça à seguinte frase: “E se eu não conseguir compor?” Confesso que eu achava que nunca mais conseguiria compor outra música, pois só tinha feito até então a música “Tudo Podes”, mas tive que passar por esta prova para que Deus me curasse de alguns medos, inclusive o medo de me expor e logo diante de alguém tão capacitado para isso.
Ficamos até às cinco horas da manhã do dia seguinte e como eu já esperava, não consegui contribuir com nenhuma palavra, restando apenas dormir e descansar para os trabalhos do dia seguinte. Acho que eu nunca partilhei isso com o Walmir, mas cheguei a pensar que ele nunca mais me chamaria mais para dar seqüência nesta música ou compor alguma outra canção com ele, mas como era desígnio de Deus e Ele sabia que esses momentos de oração e de transpiração seriam essenciais pra mim e para o meu ministério, eis que o Walmir todo motivado, novamente ao fim de mais um dia de trabalhos na comunidade, me chamou para terminarmos a música.
Com tanta motivação e convicção da parte dele, até eu me animei e passei a confiar que íamos terminar esta música. Mas não pense que foi fácil, tivemos que ficar em oração e trabalhando nesta canção até às cinco horas da manhã seguinte para que em fim Deus nos desse o refrão.
Ao chegarmos ao extremo cansaço sem progredirmos muito, eu virei para o Walmir e disse: “Não dá mais, precisamos dormir”. Ele concordou comigo e pediu para eu fazer a oração final. Jamais imaginei que dessa oração final saísse o refrão inteiro da música, para o meu alívio. Enquanto eu fazia a oração, o Walmir mudou completamente sua expressão facial, e como quem estava admirado, sem acreditar no que estava acontecendo e com os olhos escancarados só esperou eu terminar a oração pra começar a cantar: “Vinde, Espírito Santo! Vinde por meio da poderosa intercessão do Imaculado Coração de Maria, vossa amadíssima esposa, vossa amadíssima esposa”. Depois disso a música foi se completando e eu louvo a Deus por esta experiência e por tudo aqui que o Senhor tem feito através desta canção.
 
Deus abençoe!
Um abraço,
Nando Mendes